SONHAR FAZ BEM?

O sonho gira em torno de muito misticismo. Muitas pessoas buscam explicações para entender como o sonho funciona e porquê ele acontece. Apesar de ser algo comum, o sonho ainda é um questionamento que gera especulações e cada vez mais é investigado e estudado por especialista de diversas áreas.

Será que o sonho é algo que aconteceu durante o nosso dia e por isso a noite para fixarmos na nossa mente, sonhamos? ou será que o sonho é algo que desejamos ou pensamos demais e quando a noite essa vontade ou esse pensamento volta? O sonho também pode ser uma visão de futuro? São tantas as alternativas buscadas para explicar tamanho processo.

Mitos e Verdades sobre os sonhos - Blog Opte+

Pelo caráter científico, o sonho é considerado um conjunto de emoções resultantes de um dia inteiro de acontecimentos e quando sonhamos nos ajuda a processar e resolver o que não conseguimos durante o dia. Sendo assim se a pessoa teve um dia favorável com momentos felizes tudo isso será refletido nos sonhos que pode apresentar variados tipos.

O sonho lúcido é aquele que sonhamos e conseguimos penetrar no sonho, tomar decisões e ainda determinar se ele acaba ou não. Esse sonho é aquele que muitas vezes acordamos e decidimos que ele ainda não acabou e voltamos para continuar. Quem nunca sonhou assim?

Assim como os sonhos, os pesadelos também podem nos dizer muito sobre o nosso dia. Os pesadelos agem como uma forma de intervenção, como um alerta para dizer que aquilo que fez parte do seu dia e que retornou em seu pesadelo não é algo que deva ser continuado ou apoiado. Os pesadelos também um papel importante em nossas decisões e é importante que você consiga interpretá-los para tomar decisões.

Dicionário do sono
– Sono NREM: período do sono em que há baixa frequência cardíaca e respiratória. Inclui os três primeiros estágios do sono.

– Sono REM: é a fase em que as atividades cerebrais para a memória e o aprendizado trabalham em maior frequência.

– Vigília: quando uma pessoa está despertada ou acordada – período de transição com a fase 1 do ciclo de sono.

– Atividade onírica: quando o cérebro processa e seleciona as lembranças originadas no momento de vigília.

– Pesadelos: são sonhos, mas com algum tipo de conteúdo emocionalmente negativo.

– Sonambulismo: ocorre quando os estados de consciência da vigília e do sono NREM se misturam.

– Paralisia do sono: é quando o cérebro acorda, mas a pessoa não consegue se mover porque há um atraso na ativação dos sistemas centrais que controlam a musculatura.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here