O veganismo é pop: saber as tendências, as suas vantagens e cuidados

vegano x vegetarianismo
vegano x vegetarianismo

Além disso, para ajudar os animais e o meio ambiente, de graça-é benéfico para o corpo (Ilustração: Maira Chiodi/para a SAÚDE é Vital)

A dona de casa, crescimento de carreira, a cantora Anitta, anunciou no início deste ano, que, mesmo ao contrário, para mudar alguns hábitos. Seu principal objetivo era cortar um menu a partir de qualquer fonte de alimento ou matéria-prima animal. O artista se transforma em vegana. O veganismo é um estilo de vida em ascensão, que saiu de trás do quadro, não há carne — inclui a abstinência, tudo o que é parte de um animal, que inclui alimentos, beleza e pureza.

Supõe-se que nos próximos Anitta entre 4 e 7 milhões de brasileiros fãs, ou seja, uma forma de engrossar o grupo. “De graça, está crescendo devido ao aumento de informações e desejo de ter, de que cada tratamento, os animais e para o planeta, mais do que justo”, avalia Ricardo Laurino, presidente da Sociedade Vegetariana, Rússia.

Apesar de não restringe a luz, a mudança na tabela, que chamam mais atenção, em particular, os profissionais de saúde. Afinal, o que teria consequências para o corpo quando você exclui um pedaço de gelatina? Provavelmente, consultas e hoje, para os efeitos sonoros são bastante positivos.

Pesquisa da Universidade de Florença, na Itália, mostrou que, entre os vegans, o risco de ter câncer é 15% menor em comparação com o que passou de carne e produtos de carne. Já review publicação na revista British Medical Journal, mostrou que uma dieta vegana promove a perda de peso, e estamos em pacientes diabéticos, ajuda a reduzir os níveis de glicose, triqliseridlərdən e colesterol.

“Isso acontece porque a maior parte da gordura saturada em receitas de produtos de origem animal”, avalia a nutricionista Lara Natacci, do Brasil, da Sociedade e da Alimentação. E é o óleo, o tipo, a sua preocupação com o que vão de câncer a de ataque cardíaco. “O padrão de dieta focada em produtos vegetais, aumentando o consumo de gorduras mono e poli-gorduras importante, bem-vindo a sua saúde”, completa Lara.

Além disso, começam a multiplicar-se os sinais de prioridade, os elementos do mundo vegetal, aumenta a população de bactérias da flora intestinal, associado com o equilíbrio do organismo.

Mas isso pesa: até que ninguém (ou quase ninguém), vá para transformar, é vegetariano, apenas pensando em seu próprio bem-estar, para ficar dentro desta filosofia não é uma garantia de mantas, não é o de que a proteção integral de doenças. Porque há piadas, ao mesmo tempo, a nutrição adequada.

Um dos principais, segundo Lara rosto substituir os produtos de origem animal, muitas fontes de carboidratos, como pão e macarrão — caso nada bem para o peso e a saúde em geral.

Para não se tornar uma vítima de troca de sabotadoras espero, consultoria, a alimentação deve ser o primeiro passo da mudança.

A armadilha no mercado

Com a popularização do veganismo, não há uma marca lá cobrando mais caro só embalagem, a produção de “vegan” embalagem de produtos, naturalmente não haveria de origem animal. Há, por outro lado, os itens não está claro se eles contêm ingredientes para evitar veganos.

Para iniciar, é sinal de que você precisa, para Lara Natacci, para entrar em contato com o cliente (SAC) da empresa, bem como falar sobre o profissional.

Já a nutricionista Karl Escoda, Necessários em uma Clínica de Complexo, em Goiânia, enfatiza a importância de estabelecer prioridades, de produtos naturais. “Nosso principal dieta deve consistir de presente de alimentos, e não de produção. Regra: descasque abra mais e de menos ajuda.

Eis. também

  • AlimentaçãoVeganismo reduz o risco de desenvolvimento de diabetes, diz estudoquery_builder 17 de fevereiro 2018 – 15h02
  • AlimentaçãoDá, para ser vegetariano e ser melhor desempenho de umquery_builder de 11 de setembro de 2018 – 10h09

Radicalmente mais?

Alguém vai dizer, além disso, que muitos produtos (carne, ovos, leite, queijo…) sempre resulta em um déficit de nutrientes. No entanto, a Dieta, a Associação, uma das mais respeitadas empresas no campo, posicionando-se como favoráveis para a vida dos animais, de graça.

De acordo Carla Escoda, como vegans, como onívoros são afetados por roubo de gênero. “A deficiência de vitaminas, de minerais e de toxicidade observaram a nós, toda a população. Ou seja, não é exclusividade para os vegetarianos e vegans”, diz ele. Será que o seu corpo não vai sentir falta?

É parte integrante de vegans será mesmo a atenção: amém. “É que de origem animal, como a carne vermelha, que oferece todos os aminoácidos necessários. Já os elementos do mundo vegetal devem ser combinados para executar esse papel”, disse Lara. Por isso, ela recomenda associar grãos (soja, feijão, lentilha, ervilha…) cereais (arroz, quinoa, trigo…) placa.

Acontece que, para incorporar as azeitonas no caso, nozes, amêndoas, castanha, o melhor possível. E, é claro, verduras e legumes, tem um lugar cativo. A dica é escolher as variedades de, pelo menos, três cores para obter uma variedade de compostos.

Se a dieta não é bem trabalhada, e isso também se aplica aos onívoros e predadores, chamada de corpo, vale a pena. “A deficiência de ferro, cálcio, zinco e vitamina B12 provoca perda de massa muscular, afeta o sistema nervoso e provoca anemia”, advertiu Lara.

“Tudo o que é diferente do normal avaliados: sono irregular, alterações intestinais e distúrbios de alta fadiga, perda de cabelo e dificuldade de concentração e de memória”, aconselhou Karl.

Na situação atual, que, após a análise de um especialista não, quando isso pode ser necessário. Inclusive, há a acrescentar que, como regra, obrigatória para todos os que, a que usa a carne e a empresa comum: a vitamina B12 não garante que os vegetais.

A criança vegana?

De acordo com a médica Rafaela Ricco, do Departamento de Nutrologia do Brasil da Sociedade de Pediatria, os pais veganos podem educar seus filhos para um estilo de vida, desde que o acompanhamento com o pediatra e dietista usar e add-ons, especificados no escritório.

Se o adulto entra perrengues, quando algo não é suficiente, menu, para dizer que uma criança é…”, de uma alimentação equilibrada fornece levá-los em conta o seu melhor potencial para o desenvolvimento”, diz Rafaela.

Se o pimpolho, é vegetariano, não crescem, como era de se esperar, a altura e o peso são apresentados em uma queda no desempenho escolar e resolver os problemas cognitivos, pode ser sinal de algum tipo de alimentação não é suficiente. Há que explorar.

Eis. também

  • AlimentaçãoÉ você pode criar um filho vegetariano sem risco?query_builder 16 jan 2019 – 13h01
  • Bem-EstarMenos carne, mais legumes-mais saúdequery_builder 25 de maio de 2015 – 09h05

Planeta, obrigado

Agora, se você tiver alguma dúvida, se o estilo de vida vegetariano beneficiar o meio ambiente, então saiba que os cientistas da universidade de Tulane e Michigan, estados Unidos da América, também, se esta é uma pergunta. E o choque resposta: o homem prefere a carne e os produtos lácteos, favorável para os produtos em cinco vezes mais gases de efeito estufa do que aqueles que não prioriza o alimento vegetal.

Isto está relacionado com o processo de aquisição de alimentos: o Brasil, a agropecuária representa 71% lançaram esses gases na atmosfera. Além disso, observa que a Laurino, pecuária demanda para a utilização de um gênio de água.

“No dia-a-dia, nada ajuda, e já em muitos comprar produtos de origem animal para comer”, disse o presidente da SVB. Vegetariano ou não, esta é refletida.

É apenas em alimentos

Abaixo gratuitamente inclui mudança de hábitos, que isso não vai acabar a comida e a cozinha

De higiene pessoal e produtos: cosméticos, cremes, massas, normalmente, a causa é composto hissəsis de origem animal, sua fórmula ou animais quando. Mas eles apareceram marcas de grife, apenas opções veganas, ou esse público diretório.

Entretenimento: vegans passa de zoológicos, circos, com a manhã, aquários e diretamente porque os animais fora de seu habitat. “Eles estão presos em gaiolas e tanques, e, geralmente, vive em depressão ou estresse”, justifica Ricardo Laurino.

Roupas: você pode encontrar jaquetas de couro, camisola de lã e um casaco, escondido veganos. Ainda bem que as grandes marcas oferecem versões sintéticas há tempo. Já existem empresas que se posicionam como oficial veganas.

De limpeza, de transporte: plastificantes, sacos de plástico e pneus de bicicleta e de carro pode ser ingredientes de origem animal. Mas há uma alternativa, que a maior parte desses itens. “Você se tornar um vegetariano não significa que substituir de uma só vez. Aprender é uma a cada dia – disse Laurino.

Eis. também

  • AlimentaçãoEntrevista: o veganismo para os ricos?query_builder 10 jan 2020 – 12h01

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here