O que é bom, o que quebrou

alimentos para idosos
alimentos para idosos

A escolha de alimentos têm todas as possibilidades de maturidade física. (Foto: Akepong Srichaichana/Eyeen/Getty Images / Desenhos: Daniel Almeida/para a SAÚDE é Vital)

“Para você, nem de envelhecimento bem-sucedido?” Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Eua, estudaram 28 de pesquisa para entender como as pessoas com mais de 60 anos, responderam a essa pergunta. 29 opções para encontrar a maior parte, considerados opinião, não considere as limitações físicas, lá na frente.

No fundo, é verdade, que ninguém pode tornar-se mais fraca e dependente, para as principais atividades do dia. “Bem envelhecimento, o nosso grande objetivo, na verdade, manter a funcionalidade do homem”, a descrição geriatra Fabio Área, na Redação, do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Últimos Ganepão, um dos maiores congressos de nutrição, da américa Latina, que aconteceu em junho na capital, o especialista apontou que não tem sentido, só conquistarmos mais anos de vida — algo que o progresso, a tecnologia e a medicina, a renda, proporcionando-nos. “O mais importante é que eles foram dadas, a qualidade”, diz ele.

Apesar do fato de que a informação do DNA é importante para determinar se alguém chegou inteirão de 100 anos, eles mantém a bronca sozinho. “Se olharmos para os irmãos gêmeos do mesmo geneticamente, mas dois tipos de ambiente com a utilização de diferentes comportamentos, podemos constatar que cada envelhecerá assim descreveu a Redação.

Em outras palavras, no nosso cotidiano desde a infância, diz muito do tipo de idade, o que vamos fazer. E hábitos entre eficaz, a partir desse ponto de vista alimento.

O que será, val, da juventude e média do ano, o importante, para garantir a física e os meninos de pagamento. A nossa forma de alimentação afeta, por exemplo, criar uma massa de ossos e músculos, que determinam quebrou limitada a esquerda. “É necessário lembrar que o declínio funcional é iniciada há quase 30 anos, 40 anos”, aponta o geriatra.

Também é consenso que o perfil de dieta tem tudo o que está relacionado com o surgimento (ou evitar) a problemas de saúde, tais como obesidade, colesterol alto, hipertensão e diabetes. Falamos sobre a situação, a sabotagem, a qualidade e expectativa de vida.

“Quando a doença parece, mas a maior chance, é preciso tomar muitos medicamentos”, alerta a nutricionista Simone Fiebrantz Pinto, do Brasil, da Sociedade de Geriatria e Gerontologia (SBGG). E o pior é que parte das pessoas não vai nem usar drogas, direitos.

É o geriatra Maisa Kairalla, Universidade Federal de São Paulo (Classificar), reflete, algumas condições são antes do tempo esperado — artrose, osteoporose e desvantagens, comentários entrar na lista. “Mas essas imagens, pode demorar mais do que parece, considerando-se as rugas em tenra idade. O que não pode, é para deixar isso depois de 60”, reforça.

Então, como começar, uma nova posição na mesa? Saibam que ele os truques e os elementos necessários para o pagamento, sensual e vigoroso.

1) a Fuga, a dieta radical

A busca de emagrecimento, há pessoas, que embarca em uma dieta rigorosa, com base na saída de determinados grupos de alimentos — carboidratos, leite e derivados, como regra, um alvo.

“Acontece que trazem o grau de deficiência de nutrientes, principalmente minerais e vitaminas”, diz a nutricionista Natalia Lopes, pesquisador da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e professor Ganepão. “Isso prova que as histórias de vários, queda de cabelo e unhas fracas, após um período de dieta.”

Há cerca de 40 os resultados de tais táticas, como regra, desconfortável. De modo que, nesta fase, a regeneração óssea é lento, e a perda de músculo já em março. A falta de nutrientes pode acelerar esses processos.

“O envelhecimento íngremes são aqueles sem poder, mantém a verdade, é que a quantidade de gordura e músculo, para o corpo, para a realização de atividades, tais como andar a pé”, diz a nutricionista Miriam Cobras, professor de Classificar. Mesmo se perder peso você precisa é de um oferece o que é de comer de tudo, — simplesmente reduzir a quantidade.

Não calorias para viver por muito tempo?

Estudos confirmam que pode aumentar a expectativa de vida, fazer a restrição de calorias, respectivamente — sim, disse que, se reduzir as porções de comida, mas a falta de alimentos. “Só preciso de algo que estudos de longo prazo para provar este benefício”, avalia a Natalia.

Eis. também

  • AlimentaçãoDietas de moda aumenta o risco de distúrbios alimentares, revela um estudoquery_builder 22 de junho de 2018 – 20h06
  • PodcastNão há composição, para perder peso e ser – podcast, Detetives, SAÚDEquery_builder 12 de setembro de 2019 – 06h09

2) a Certeza, contém

“Eles são a base para formar, manter e enriquecer o bem os músculos”, diz a nutricionista Lilian Pacheco, coordenador do Projeto de promoção da Saúde e Envelhecimento, da Universidade do estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Por isso, temos de alimentos desde o nascimento. Mas ele apenas sugeriu que o importante, mesmo, até, de 40 anos, quando os músculos começam a começar a diminuir. “E temos que passar o bilhete no futuro, para manter a segurança de doenças crônicas, outono, muito comuns na terceira idade”, relata que, Lilian.

Produtos de origem animal (carne, frango, peixe e ovos) é considerado o melhor de fontes, assim como traz todos os aminoácidos de que o corpo produz. O reino das plantas permite-lhe encontrar proteínas de leguminosas, tais como feijões, ervilhas e lentilhas.

Mas avisa a Miriam que o conteúdo não. Portanto, se você comer alimentos de origem animal, a pena mais informações de acordo com a combinação. “Por que, para criar massa muscular, o ideal é distribuir fontes de proteína em cada refeição”, aconselha a nutricionista, especializada gerontologia Maristela Strufaldi, de São Paulo.

Onde há proteína

  • 1 bife de filé-mignon: 32,8 d
  • 1 ovo cozido: 5,9 gramas
  • 1 coxa de frango: 10,7 g
  • 1 shell de feijão-preto: 6,3 g
  • 1 colher de sopa de lentilha: 1,1 g

3) Não exagere, a carne vermelha

Apesar do fato de que ele, download de proteína valiosíssimas, bem como muito ferro, o abuso pode trazer consequências negativas. Quem viu isso de perto, era o médico-nutricionista Jyrki contudo, o dr. virtanen, da Universidade do Leste da Finlândia.

O estudo, estima-se o consumo imediato 2 641 homem de 42 a 60 anos de idade, e eu percebi que, depois de quase duas décadas, o que, quem, azerbaijão e mais de 200 gramas de carne por dia — dois que o bife médio exibia um risco 23% maior de morrer durante o período que ele, não, o que passou de 100 gramas.

“É muito provável que a explicação não foi relacionado para o factor”, comenta. Ele cita a gordura, existem alimentação — saturada, já aumenta o risco de eventos cardiovasculares e de substâncias que ocorrem durante o cozimento. Para não mencionar que todas as estimativas de carne-o muitas vezes, deixando de lado os legumes, completa a refeição.

Por um longo tempo, contudo, o dr. virtanen propõe a construção de comer no máximo duas vezes por semana. “As prioridades outras fontes de proteína, como peixe, ovos, leite, feijão e nozes”, ajuda. O tempo entregues a carne dica de escolher cortes magros, cozidos, fritos ou grelhados e cozidos.

O ano é diferente do

Problemas com a digestão, e, de mastigação, você pode deixar com a idade o suficiente de proteínas. Lá, eu tenho certeza, individualizar o consumo de carne. Em geral, recomenda-se, de construir, manter, em conformidade com o tamanho da palma da sua mão.

4) Tenha cuidado com a soda

Acredite: ele é, o que é a copa e a longevidade. Para a nutricionista Cindy Leng, michigan state University, Eua, grande, poderia evitar refrigerantes. Ele descobriu que, consumindo cerca de 600 mililitros da bebida por dia é um homem de 4,6 anos, a sua idade real — impacto, como fumar.

Cheguei à conclusão de Cindy avaliou os hábitos de 5 309 pessoas de 20 a 65 anos, e o comprimento é medido em seus telômeros — última cromossoma pacotes, que contém a fita de DNA. Estas estruturas de proteção do material genético e com o tempo não se torna mesmo. O problema é que, quando a queda acontece na fase inicial.

“Nós acreditamos que a comunicação entre o refrigerante e o envelhecimento, as células passam através de uma resistência a ação da insulina e o sistema de inflamação”, diz Sindhи. Isso depende de fatores, a obesidade, diabetes e problemas cardíacos.

Quem oferece, principalmente, calorias, bebidas alcoólicas. “A inflação termina doença vão ser agravadas de um ano”, revela, Lilian.

Tomou água?

Segundo Simone, a pessoa perde a sede com um sentimento de idade. E há aqueles que editar de água, sucos, refris e assim por diante. Mas nada pode ser comparado líquido, naturalmente, nesta área da pele.

“Não é o bebê, isso pode levar a confusão mental e a infecção do trato urinário”, disse Simone. Enquanto a pele ainda mais velho. “Não adianta passar o creme no rosto e se esquecer de beber água.”

Eis. também

  • AlimentaçãoPara ficar forte, não tem sentido comer muita proteína imediatamentequery_builder 10 de setembro de 2017 – 10h09
  • Bem-EstarExiste limite seguro para o consumo de álcool?query_builder 3 de julho de 2019 – 10h07

5) no modo de decisões, prioridades, fontes de cálcio

É tão agradável capacidade funcional depende do binômio os músculos, do que osso. E, além disso, para criar um poderoso esqueleto não dá para passar, para o cálcio é um excelente componente na tela. No mais anos de adultos, em idade já, o pico de formação óssea ocorre para a idade de 25, 30 anos. Neste ponto, você precisa representar, porque não, de 45 anos, começa a perda gradualmente e com.

Para atingir esta fase com um bom reserva, Maristela afirma que a atenção de milhares de mineral por dia. Você pode encontrá-lo em vegetais, especialmente o verde-negro. Mas o seu original fontes são o leite e seus derivados — os itens com desempenha um canto, algumas dietas devido a lactose.

Miriam explica que esta é, naturalmente, a crescente ano, a sensação de estufamento, para destruí-los, porque há uma redução, a produção de lactase, a enzima que degrada o açúcar, o leite. “Mas nós temos que eliminar esses produtos, apenas algumas alterações”, reflete.

Para quem já foi para bebidas vegetais (amêndoas, coco, arroz, etc.), Simone mostra as prioridades versão, que no leste de cálcio.

Produtos trazer, cálcio grau de

  • Leite: 2 copo (200 ml cada) já contém 500 mg do mineral.
  • Iogurte: 1 pote (170 g) oferecer cerca de 250 mg de cálcio.
  • Queijo: minutos e meio de palavras-chave: traz 280 mg

6) Pense, a qualidade do óleo

A membrana envolve nossas células, composta principalmente de gordura. Em breve, não dá para mantê-lo a partir do menu. Mas há óleos e gorduras. Mantê-los no balanço que o metabolismo é o segredo para ser superlongevo.

O primeiro passo é entender que, entre todos os tipos de poli-insaturados têm cujo consumo é muito alto. É o ômega-6, é assegurada através de óleos vegetais. Por outro lado, o consumo de ômega-3 satisfatório e não — ele oferece um peixe de águas frias e sementes.

Esse desequilíbrio torna o organismo mais suscetível à inflamação. “Estamos em troca de outros. Para promover o equilíbrio, basta aumentar o consumo de ômega-3”, descreve a Natalia.

Além disso, para ser amarrado para muitas doenças, a prevenção desta gordura, como evitar esse encurtamento dos telômeros.

Agora um tipo que exige parcimônia é a gordura saturada, a carne, o leite e os elementos industriais. Pular a linha de frente para ela representam o maior risco de ocorrência de doenças crônicas, especialmente cardiovasculares. Já trans ou parcialmente hidrogenada deve ser, não uma vez: ele sobe o nível de colesterol ruim, que bom que caem. Ainda existem alguns alimentos.

O investimento de ômega-3

  • Sardinha (pode ser de lata)
  • Ouro
  • Atum
  • Semente de linhaça
  • As sementes de chia

Maneire ômega-6

  • O óleo de milho
  • Óleo de girassol
  • O óleo de soja
  • O óleo de cártamo

7) lembre-se de que a vitamina D

“Não é apenas o cálcio, o que faz com que os ossos”, pode-se notar, Maristela. Sem a vitamina D, sofre um esqueleto, assim como é ele que promove a fixação do cálcio no osso massa. Lá, sim, o tecido torna-se rígida touch. Este artigo ainda contribui para a formação de massa muscular. “Não faz sentido dar muita proteína, se a vitamina D, é ainda menor”, alerta Miriam.

Só que, alguns produtos, mas os produtos de alimentação. A principal maneira de obtê-lo, se expondo ao sol. E apesar do fato de que vivemos em um país tropical, o déficit artigo é popular aqui.

Antes, ele é muitas vezes mais com o meio, o uso e gotas, se faz o bem. Mas, somente com a indicação de um especialista. “A vitamina D, que é lipossolúvel, ou seja, não é possível que o corpo. Portanto, dosá-lo para adicionar e você não precisa apenas”, recomendamos a Maristela.

Para adultos, a meta deve ser, para chegar pelo menos 20 ng de vitamina por mililitro de sangue. Assim, a perda de massa óssea, geralmente, não afeta, de modo que é negativo. A partir de 45 anos, é estimada em 0,5% a mais, e não durante todo o ano. Em mulheres com menopausa e o custo chega a 1%.

Fontes de alimentação

  • A gordura do fígado de bacalhau
  • Salmão grelhado
  • A sardinha em lata
  • Ovos cozidos
  • Shiitake cozido
  • Leite

Eis. também

  • AlimentaçãoNem muito, não, não: o papel da vitamina Dquery_builder 19 jul 2018 – 10h07
  • AlimentaçãoO cartão de ingestão de cálcioquery_builder 13 de agosto de 2018 – 10h08

8) o Consumo, isso ainda não é o alimento em países desenvolvidos

Passamos grande parte da vida adulta tenta conquistar no dia a dia louco de trabalho, o movimento e o cuidado com a casa. No meio disso, a que os alimentos ultraprocessados, fácil de comer, somos tentados a — dizemos, batatas fritas congeladas, macarrão instantâneo e empresas. Mas rapidamente pode traduzir-se, um pouco, aniversários, para a frente.

A equipe da Universidade de Navarra, na Espanha, acompanhantes 19 899 adultos de 15 anos e descobriu que o alto consumo desses itens (mais de quatro porções por dia) levou a probabilidade de que em 62% a mais, morrem mais cedo do que por qualquer motivo.

Nutricionista, Eric Fernanda, o Hospital 9 de Julho, em São Paulo, explica que eles são ricos em gordura, açúcar, hidratos de carbono simples, sódio e aditivos químicos. “Além disso, há uma deficiência de vitaminas, minerais e fibras.” Ou seja, o balanço, lá-é prejudicial.

Não é por acaso que estes produtos já existem, réus em um patrocínio de peso e doenças como diabetes e doenças cardiovasculares. “Tudo isso deve ser evitado”, avalia a Lilian. “Temos de incentivar o consumo de alimentos, a verdade, a partir de ingredientes naturais, com ou mínimo de tratamento”, leva o médico-nutricionista da Uerj.

Determinar ultraprocessado

  • Leva cinco ou mais elementos.
  • Carregamento de aditivos, também conhecido como maquiagem, já tem a função, como alterar o cheiro e a cor, por exemplo.
  • Reúne ingredientes que não estão disponíveis para uso em uma cozinha de casa — só parece área.

9) Valoriza magnésio

É difícil alguém imaginar a deficiência deste mineral, que se aplica a legião de alimentos — sobretudo o azeite, no caso, amêndoas, castanha. Apesar disso, ele merece que o seu familiar habilidades.

Miriam Cobras excelentes achados não o que comemos, que tem participação decisiva no desenvolvimento muscular. “O magnésio, ainda é fundamental para a redução dos músculos”, descreve Simone.

Nutricionista da SBGG ainda se lembra do que no mineral, porque a vitamina D atua em favor da fixação de cálcio nos ossos, o que dá o fortalecimento do esqueleto. E se falar sobre a vitamina D, estudos recentes mostram que a presença de magnésio, necessário para que ele age no organismo como manda a roupa. É óbvio que o mineral está envolvido na resposta, são responsáveis pela inclusão de vitaminas é conseguido através do sol.

Enquanto os homens precisam de 420 mg de magnésio por dia, no valor de 320 para as mulheres.

Lá, onde, parece,

  • 30 g de amêndoas (um punhado): 66 mg
  • 30 g de esfoliação corporal à base de óleo de sementes de tomate óleo de semente de (2 кол. de sopa): 104 mg
  • 2 pias, feijão, feijão carioca: 84 mg
  • 1 unidade de banana-nanica: 39,2 mg
  • 1 copo (200 ml) de leite: 20 mg

10) o Barco ação antioxidantecontas

A cada dia nosso corpo produz moléculas instáveis sob o nome de radicais livres é um processo natural. Somente o caldo, pode curva. Então, que fatores como a poluição, o estresse e (ele olha em volta!) má alimentação leva à produção exagerada dessas substâncias.

Moral da história: eles podem danificar nossas células e impede-nos no caminho de envelhecimento precoce. Para não mencionar o aumento, a inflamação e o perigo da doença.

Nas suas palavras, para Isabel Jereissati, Rio de Janeiro, um dos melhores recursos para a libertação antecipada de radicais, o ipod, o que dá. “Esses elementos estão, basicamente, de vegetais, frutas e legumes”, relata. Ele explica que produz, como eles crescem para se proteger de insetos, o vento, a chuva…

“Comê-los, e nós saímos para ganhar”, diz ele. “Eles estão lutando já radicais livres, evita o encurtamento dos telômeros”, descreve Natalia. Ou seja, já genes sai resguardados.

Para utilizar as vantagens dos diferentes tipos de pele dicas de coloração de menu com legumes — cada cor de entrega de itens específicos e de proteção.

Lembre-se que esses cinco toneladas de refeições

  • Branco: maçã, pêra, flor, repolho, banana
  • Roxo: uva, açaí, amora, berinjela, ameixa
  • Verde: brócolis, espinafre, couve, avakado, alface
  • Laranja: cenoura, damasco, laranja, manga, abóbora
  • Vermelho: tomate, goiaba, melancia, pimenta, morango

Eis. também

  • Alimentação10 mitos e verdade sobre os antioxidantesquery_builder 30 jul 2018 – 10h07
  • AlimentaçãoMagnésio, parceiros e vitamina Dquery_builder 17 de junho de 2018 – 10h06

Outros lembretes importantes para melhor quebrou

Exercícios são fundamentais: a idade, durável e flexível, devem praticar atividade física durante toda a vida. “Não precisa ser um exercício de alta intensidade”, alerta Paulo Farinatti, educador físico Uerj.

Segundo ele, o professor, o grande atenção a ortografia. A manter-se activo garante, depois de mais eficiência e segurança para realizar qualquer movimento de levantar, pegar um neto no colo ou mesmo carregar um saco.

O sedentarismo, por sua vez, recebe elogios. “Nós não damos o incentivo, os músculos, os ossos e o sistema cardiovascular, a tendência de comprometer suas características”, alerta o especialista.

Desenvolvimento e comunicação social: Ele jobim em segundos, (1927-1994) já leu o top-Wave, quando disse que é impossível ser feliz sozinho. Mas, se o compositor foi se referir a um relacionamento amoroso, e eis que ele é e adaptação: para pagamento com calma, fortalecer a comunicação, mas também com os amigos e a família, como antes, criar uma rede de apoio, melhor.

“No futuro, essas relações mudam, ao longo de toda a vida. Você percebe que está vivo”, em contrário geriatra Maisa Kairalla. Perto de nós, com a idade, a caminhada torna-se mais motivado, exercícios, suporta e troca de pontos de vista, toda a colaboração para uma melhor saúde mental.

O poder da felicidade: na Universidade estadual de Utah, nos estados unidos, os cientistas analisaram 150 investigação e chegamos à conclusão de que, sim, é feliz, tem um impacto real na saúde. Há ainda uma dúvida, neste sentido, que blinde nossos genes, ampliando, assim, a expectativa de vida.

Para o geriatra Maisa Kairalla, os resultados não surpreendem. Seus tipos, que com otimismo e envelhece bem. De modo que, fora de propósito, de alimentos e de treinamento, o cuidado, a emoção, o pacote de felicidade para o pagamento.

Nunca é tarde demais para mudar: quem acredita que a idade vai reunir as vantagens de rever alguns hábitos. “Em qualquer fase da vida, uma mudança de comportamento de forma positiva”, disse Maristela. Isto é verdade para as telhas ou para a aprendizagem.

Um professor de física de Paulo Farinatti atenção, o que mais destreinada essa pessoa, mais rápido é o ganho. Sua pesquisa de laboratório, ele já tinha visto, que as pessoas idosas, 90 turbinarem de 200% a força das pernas dentro de duas semanas — isso, é claro, os exercícios devem ser adaptados.

Fonte: Sérgio Maeda, presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, regional de São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here